Para conteúdos exclusivos Iniciar sessão Registe-se

Movimento dos profissionais do setor



Com os espaços de beleza e bem-estar encerrados pela segunda vez, desde o início da pandemia, os profissionais do setor, frustrados e impotentes com a situação atual, desenvolveram o movimento “Beleza sem mãos - De mãos unidas, estamos de mãos atadas!”.



 
Um movimento criado por um grupo de profissionais do setor, encabeçado por Lia Cardoso, Carina Gomes, Celso Monteiro e Tânia Leitão, que apelou à reabertura dos seus espaços de trabalho neste segundo confinamento, que destacou todo o investimento nas medidas de segurança e higiene adotadas, que reforçou a inexistência de dados que justifiquem que o setor representa um elevado risco de contágio e que relembrou o incumprimento do Estado face às ajudas a que estes se propuseram.
 
No entanto, neste momento, após as declarações do primeiro-ministro António Costa, na passada segunda-feira, a 18 de janeiro, o movimento foi adaptado. Com a impossibilidade de reabertura dos espaço do setor, o movimento “Beleza sem mãos - De mãos unidas, estamos de mãos atadas!”, visa defender a reivindicação sobre as medidas de apoio ao Estado, para todos os espaços que se encontram encerrados. Neste movimento, são enunciadas as seguintes propostas:
 
- Isenção da TSU para os trabalhadores independentes e seus colaboradores durante o confinamento;

- Suspensão dos prazos de pagamento das obrigações fiscais;

- Apoio à redução da atividade com base no ano fiscal de 2019 e não do de 2020;

- Apoio na suspensão do pagamento das rendas ou subsídio de resgate de renda;

- Linha de resgate ao investimento em material de equipamentos de proteção, desinfeção e demais ações no combate da pandemia em estabelecimentos;

- Programa de apoio à resolução de dívidas fiscais semelhante ao Programa Especial de Redução do Endividamento ao Estado (PERES) que concede o acesso às linhas de crédito para os trabalhadores independentes.
 
 
Um movimento que apela à ajuda e apoio de todos os profissionais do setor de beleza e bem-estar, para que a voz de todos os profissionais chegue, mais facilmente, ao parlamento.


 


Artigos Relacionados

Reabertura dos espaços a 1 de março?
Cabelos
Reabertura dos espaços a 1 de março?
O movimento “Estamos por um fio” defende a reabertura nesta data
Ver
O fecho do seu espaço só depende de si!
Cabelos
O fecho do seu espaço só depende de si!
Assine a petição pública
Ver
Extensões capilares profissionais
Cabelos
Extensões capilares profissionais
100% cabelo natural
Ver
Fechar Registe-se
Fechar